12.8.05

Devaneios a partir de um aquário

Desde pequeno monto aquários para criar mundinhos. Mudo as pedras de lugar, boto plantas, cego o fundo... Em suma: sou Deus, perdido espaço-temporalmente.

3 comentários:

marta disse...

Edison!:)ola!Esse e o meu texto preferido,simplesmente adorei!
tambem ri com seu email,mas penso que seu blog nao e para quem tem preguiça de ler mas para quem gosta de ler;)
desculpa demorar a te visitar mas tenho andado meio ocupada e passo mesmo a te dizer que nao sei ao certo quando mas vou uma semana de ferias dentro em breve!
beijos
marta.

Rafael disse...

Eu, por meu turno, fazia aquários apenas para ficar triste quando meus peixes morriam. E, quando eles estavam prestes a ser jogados no lixo, eu impedia e ia pessoalmente sepultá-los, como bons animais cristãos.

parla marieta disse...

Lindo, lindo.
Mas eu não mudo o mundinho do meu aquário. Tenho medo. Todas as vezes que tento mudar, fico parada, gélida. E nada faço. E os peixes continuam na mesmice, como eu.