13.8.05

Assunto Estranho

Acordei com uma plantação de balões vermelhos na cabeça. Cheios de hélio.

- Upa!

- Opa!

- Epa!

É como se o ar trafegasse dentro de cada conexão cerebral. Os pensamentos levitam sem a menor graça. A vida pára. O resto finge que flui.

De repente, não mais que de repente, todos os sonhos que estavam no bolso caem e eram vidro e se quebraram.

3 comentários:

grzl disse...

agora é só apanhar os sonhos todinhos e colocá-los no lugar.
"o sonho comanda a vida".
um abraço
graziela

Angela disse...

Olá Edison,

vim aqui, com muito atraso, agradecer a sua visita no meu bloguinho. Peço desculpas pela demora, mas estou com problemas no computador - ele pára completamente e depois volta. Eu dou uma passada rápida pelos blogs amigos avisando que voltei e no dia seguinte ele não liga mais. Tá difícil, mas eu vou tentando.

Maravilha de blog é o seu, Edison, e olha que só deu para ler a primeira página, mas se o computador deixar, volto amanhã para continuar a ler os outros posts.

Um beijo e volte sempre que quiser aos meus descaminhos.

tháta disse...

as vezes os que quebraram não voltam mais... as vezes dói, mas logo o bolso estará cheio de novo... tão depressa, tão cheio, tão vazio... b-jinhos pra vc!!!