30.9.07

Setas

Para vir
Vista uma roupa adequada
E mais nada.
Nada de touca
Nada de cair
Nada que dê muito na vista.

Para vir
Venha.
O caminho não tem erro
Nem pista
Nem atalho
Nem aterro.
Ponha o mapa debaixo do braço
Faça-o sua colcha sem retalhos.
E venha.
Venha.

Um comentário:

July gomes disse...

Muito legal seu blog...só não entendi o para onde esta indo...deve ser esta a intenção...