21.6.08

Missiva teodolítica

Sinceridade sempre. Rancor também. Nada pessoal, tudo contra as pessoas.

O patrão continua o mesmo velho ranzinza de sempre. Ele, brincando de Tio Patinhas. Nós, tartaruga-ninjando pelos submundos. E o seu? Mancando como sempre?

Fico com uma pontinha de soluço ao saber que você visitou Doménikos Theotokópoulos. Como está a vida salmão de lá? Ainda existe o senhor Fabrício, com suas cachaças diuturnas? Quem mora no 61? Confesso que à sua réplica pediria era pães-de-queijo. Com brigadeiro. E anos incríveis, ô se foram!

Continuo tentanto. Não vou bem, nem me divertindo, muito menos feliz. Você consegue essas coisas?

2 comentários:

Thais disse...

É mais fácil quando os amigos estão bem, e se divertindo, e felizes.

Giovanna Longo disse...

continuo tentando