7.4.08

Entre cacos de vidro

Aos poucos, vou destruindo a casa, e isso me dá muita, muita raiva. Os cacos se espalham, o sangue atrapalha a circulação, o cheio é forte. Dá vontade de me atirar da sacada, aqui do décimo-oitavo andar.

2 comentários:

Marcella disse...

Não fala isso, que está na moda.

Alan - desacomodado disse...

mas não seja notícia, caso decida se jogar. o melhor, nesses casos, é fazer silenciosamente.