7.8.07

Do poste ao rótulo, do parapeito à rótula

Coleciono abismos, pelo prazer de dividir humanidades:
de um lado os humanos, de outro os amenos - espremidos
no menos espaço possível entre meus braços e o aperto.

Hoje em dia, a eternidade não basta. É preciso alinhar
as paralelas, alimentar os páras, ensimesmar o bastante:
bestas são bostas endeusadas no abissal planeta Terra.

Se houvesse outra vida, colecionaria borboletas ou cartas
de baralho. São mais fáceis de manusear, contar, guardar.
Além disso, não há dúvida de que eles são o que se hão.

Um comentário:

Hannah Abraão em frases de momento disse...

... gosto de borboletas voando e de cartas na mesa...