26.3.09

VINTE E DOIS DE MARÇO

Sou um homem supérfluo. Porque não virei agricultor para alimentar a humanidade nem pedreiro para abrigá-la, muito menos médico para curá-la.
Acredito que um homem supérfluo não tenha muita salvação.

Um comentário:

Odu Mazza disse...

Vc conhece a estória da máquina de escrever quebrada que não tinha a letra "e"? Só uma entre 26 letras. No seu próximo post, escreva sem a letra "e" e veja a importância de só uma letrinha em meio ao alfabeto.

[]s, Odu