20.4.09

OITO DE ABRIL

Capenga como um verso meu, o velho capanga mandou todo mundo se deitar no chão, barriga pra baixo, mãos para trás, olhos bem fechados.
Então ligou um som de gosto duvidoso e começou a bailar sozinho até o sol nascer de novo.

Um comentário:

Fred Di Giacomo disse...

Gostei!