26.6.07

Esta noite nem quero dormir

Alheio aos talvezes, estou mais para não sei. Não sei se a vida tem pressa ou corre devagar. Não sei quantos anos tenho. Não sei qual é meu caminho. Não sei os senões nem das vontades. Não sei de nada.

E, parafraseando aquele filósofo lá, tudo o que não sei é que, não sabendo, sei tudo o que não sei.

2 comentários:

Giovanna Longo disse...

É tão bom não saber. Nos liberta!
Um beijo!

Thiago disse...

Talvez eu não saiba tudo o que eu não sei, normal. O pior é querer saber o que não se sabe.
th
ps: sei que não vi as saias pelo joelho e nem as estampas do último desfile da Channel. E as últimas da moda?