24.12.05

Dissabor de Natal

Está tudo pronto na casa de bonecas. A menina de cabelos negros, sentada com postura incorreta, diverte-se com as pecinhas de montar: panelas, mobília, pessoas... tudo ali obedece aos seus desejos, tudo ali é seu mundo, tudo ali é súdito de sua majestosa vontade maldita.

Na casa de bonecas o Natal é ensaiado. Tem que começar com a ceia (o peru de plástico é irresistível), passar pelos cânticos chatos (uma enjoada Noite Feliz é entoada) e acabar com o Papai Noel da meia noite trazendo presentes vazios para a criançada marionete.

A menina de cabelos negros é uma onipresença. Raquítica (para ficar na moda) e falsa-rica (para ostentar-se soberana), tem na agenda os planos metabólicos (porque não os assumiria diabólicos) para o ano que vem. Em pele de cordeiro, sempre.

Vai trazer muita tristeza. Mas a carinha de anjo não se cansa de jingle bells.

2 comentários:

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Muito bom!

parla marieta disse...

amei esse texto, e já disse lá no grupo.
você me desfeiteou!
:o((