5.9.05

Manifesto de Desaniversário

Aniversário é sempre sinônimo de Parabéns pra Você. Não pra mim.

Claro que a falta de iconoclastia não permite que dispensemos ou abramos mão dos cumprimentos. O ser humano é nervoso. Eu sou tímido. Sou cabisbaixo quando preciso e sussurro um assentimento de concordar.

Mas parabéns, essencialmente, deveria ser reservado às conquistas. Aniversário todo mundo faz. Tirante os mortos, evidentemente.

Contudo, que graça há em competir com os mortos?

4 comentários:

Ana Eloisa disse...

Se considerarmos o fato de que construção e concatenação de idéias, bem como a expressão poética são conquista de poucos. Justo seria que você enfrentasse parabéns diários. E aí? Como é que fica?

mana disse...

putz... pior q vc tem razão. te amo

Celso disse...

Dar de cara com a vida a cada dia é deveras doloroso. Entendo a tua aversão aos parabéns anuais, que vêm independentemente do contexto. Mas o que fazer quando não poedemos competir com os mortos? Juntar-mo-nos a eles?

Saudações do Cárcere

Carol disse...

Parabéns por sobreviver mais um ano...