24.5.05

Preciso não-dormir

A noite é uma das invenções mais belas da humanidade. Com suas areias do tempo congeladas, exibe-nos estrelas estonteantes e, vez em quando é bom, a lua rechonchuda como as bochechas do Papai Noel, só que menos coradas.

Se o natural fosse dormirmos, pra que é que existiria esse pano de fundo negro tão belo? Ah... Os outros que me perdoem, mas eu quero é ser o primeiro plano desta beleza!

Meu travesseiro que fique com as sobras.

2 comentários:

parla marieta disse...

também amo a noite.
mesmo as chuvosas, como essa.
beijos

Lula Moura disse...

Muito bom, Edson...
Morcegão, que sou, também adoro a noite... e suas simpáticas letras.
Sorte e Sucesso procê !
Lula Moura.